Número de países seguros para Jornalistas diminui, segundo Repórteres Sem Fronteiras

  A Organização Internacional Repórteres Sem Fronteiras, publica em seu site oficial um ranking constantemente atualizado de países onde a imprensa exerce sua profissão com segurança e apoio constitucional do Governo.  
  Porém, a cada ano esse número vem diminuindo, somente 24% de 180 países e territórios exibem uma situação considerada "boa" ou "relativamente boa", diz o site.






  O Brasil que até 2010 ocupava a 58ª posição, hoje ocupa a 105ª, casos como a decisão do Ministro Alexandre Melo, que ordenou a retirada da matéria sobre o envolvimento do Presidente do Supremo Dias Toffoli com a Empreiteira Odebrecht da Revista Crusoé, agravam essa lista.
  Em 2018, ao menos quatro jornalistas foram assassinados em decorrência de suas atividades no país.


  Até agora já são oito jornalistas e um colaborador assassinados desde Janeiro no mundo.
  Os números revelam que o ódio ao jornalista vem se tornando violência enquanto regimes autoritários reforçam seu controle sobre os meios de comunicação.

Fonte : 
https://rsf.org/pt

Enviar um comentário

0 Comentários