Bolsonaro usa valor do gás nos EUA como exemplo e fala em "quebra de monopólio" em Dallas

Foto: Marcos Corrêa/Presidência da República
Em sua tradicional Live de quinta-feira, o Presidente Jair Bolsonaro, que se encontra em Dallas, onde recebeu um prêmio de personalidade do ano pela Câmara do Comércio Brasil-Estados Unidos, contou detalhes de sua reunião com o grupo Exxonmobil, companhia multinacional de petróleo e gás, ao lado do Ministro de Minas e Energia, Almirante Bento.
Usando o preço do gás nos Estados Unidos como exemplo, Bento e Bolsonaro falaram sobre a quebra do monopólio na produção de Petróleo e o retorno do investimento da Exxon no Brasil :

"O presidente da Exxonmobil manifestou o interesse que a empresa tem de realizar grandes investimentos no Brasil. A Exxon é a empresa internacional de petróleo e gás, sendo o maior investidor e ele tem perspectivas com os leilões que vamos realizar, enfatizou que nós temos hoje a melhor área de exploração do mundo, com maior produtividade e que só com produção vamos conseguir reduzir o preço do combustível, o preço do gás, permitir o crescimento econômico sustentável do país. Então e muito importante nos escutarmos isso de uma grande empresa internacional que vai voltar ao Brasil depois de oito anos sem investir, porque agora tem uma abertura de mercado, tem previsibilidade, tem segurança regulatória e agora os recursos virão, nossa produção aumentará e com certeza os preços dos combustíveis e do gás vai cair" - Disse Bento. 


Enviar um comentário

0 Comentários