Maioria dos alunos e professores grevistas ainda desconhecem a aplicação do contingenciamento na Educação


Hoje as câmeras das principais de emissoras de TV do país estiveram focadas nas diversas manifestações contra a medida do Governo em contingenciar a verba discricionária para a Educação Superior.
Houve protestos e paralizações em 161 cidades, mais o Distrito Federal.
Muito mais se ouviam gritos e faixas de apoio ao Ex-Presidente Lula, que aprovou em seu mandato em 2010 o corte de 1,28 bilhões da Educação.
A presença partidária era forte, diversos eventos de convocação para as manifestações foram criados no Facebook por partidos como PSOL, PSTU e até mesmo a CUT.
Na rua, muitos dos manifestantes entrevistados pela imprensa mostravam um total desconhecimento sobre a medida apresentada pelo Ministro Abraham Weintraub, que paralelamente aos protestos participa de uma sabatina em plenário na Câmara dos Deputados para responder perguntas dos parlamentares que em votação na noite desta Terça-Feira definiram a convocação do Ministro para sessão extraordinária.

Veja a a explicação sobre os contigenciamento aqui : http://bit.ly/2W34R8S


Em Dallas, o Presidente Jair Bolsonaro afirmou que não gostaria de congelar a verba para educação, mas que não recuaria a medida, pois ela é necessária. 
Bolsonaro também citou que a manifestação é fruto de manobras políticas, chamando os manifestantes de "idiotas úteis".

*Acompanhe a Sabatina do Ministro Abraham Weintraub no Plenário aqui :
https://www.youtube.com/watch?v=XcD8y_rnRy0



Enviar um comentário

0 Comentários