Villa questiona se seu afastamento da Jovem Pan foi pedido de Bolsonaro


Há algum tempo, o historiador e comentarista político Marco Antonio Villa não dá as caras na programação da Jovem Pan.
Após um debate mais caloroso durante o programa "Pingo nos is", apresentado por Felipe Moura, com a participação de Villa e do, também jornalista da casa, Augusto Nunes sobre Olavo de Carvalho, os ouvintes da rádio questionaram a ausência dele na programação.
Houve quem intuísse se tratar de férias e quem culpasse o jornalista Felipe Moura, diretor do núcleo jornalístico da Jovem Pan, pela ausência do comentarista, presumindo ter sido uma suspensão ou demissão de Villa.
Ontem, através de um video no seu canal do Youtube, compartilhado na sua conta oficial do Twitter, Villa deu um depoimento explicando o motivo de sua ausência.
Ele mostrou um comunicado da Emissora dizendo que, por hora, os seus serviços como comentarista político não são necessários.
O historiador afirma durante o vídeo que não se trata de férias e questiona se o Presidente da República, Jair Bolsonaro, tem algo a ver com o seu afastamento (Villa e Bolsonaro já protagonizaram várias discussões em público).

*Durante a transmissão de ontem do "Pingo nos is", Felipe Moura se pronunciou em nome da Jovem Pan dizendo que Villa estaria de Férias.


Veja o video do depoimento no Twitter de Marco Antonio Villa :


Enviar um comentário

2 Comentários

  1. Só me faltava essa viu, Bolsonaro nem sabe que você existe. Nos poupe desse comentário. Já pensou na possibilidade de seus empregadores defenderem os mesmos pensamentos de Bolsonaro e, estão ofendidos com suas críticas sujas? Pois é, o Brasil acordou!

    ResponderEliminar
  2. Fala sério!Villa,vc é comunista , é o q tem mostrado ou é antibolsonarista?Suas críticas ao Governo já tá irritante.Seja imparcial, por favor!

    ResponderEliminar