Ataques a celulares de magistrados envolvidos na Operação Lava-Jato é ação de grupo organizado, diz Moro

Ratinho recebe Moro em seu programa 

Ontem (18), o Apresentador Ratinho, recebeu no quadro "2 dedos de prosa" do seu programa no Canal SBT, o Ministro da Justiça Sérgio Moro, onde conversaram sobre a vida do Ministro, as pautas do Ministério e principalmente sobre o recente caso polêmico do suposto vazamento de conversas entre ele e procuradores da Operação Lava-Jato, publicado pelo site da agência de notícias The Intercept Brasil.

A entrevista foi exibida ao vivo no mesmo horário do jogo entre Brasil x Venezuela pela Copa América, transmitida pela Rede Globo e por conta disso a audiência não foi tão boa como a última entrevista do quadro com o Presidente Jair Bolsonaro.

Em tom de bate-papo, o Ministro se mostrou bem tranquilo quanto as acusações e disse não poder negar ou confirmar o conteúdo, pois sequer as provas das tais mensagens vazadas foram apresentadas ainda, mas considera a possibilidade de ter havido manipulação.
Ao ser indagado por Ratinho sobre ser uma ação internacional, citando recentes questionamentos levantados na internet sobre o envolvimento de um hacker Russo e até um acordo financeiro envolvendo a "venda" do cargo de Jean Willys para David Miranda, namorado do Jornalista Glenn Greenwald, autor da denúncia e responsável pelas publicações dos vazamentos, Moro respondeu que após analisarem algumas características, além de receberem denúncias de procuradores da Força-Tarefa da Operação Lava-Jato, Parlamentares e também Jornalistas, concluíram que se trata de uma ação orquestrada por uma organização criminosa organizada.


O Ministro ainda teria dito que um dos indícios de ser uma manobra organizada é o fato de estarem agora levantando uma "contra-inteligência", fazendo crer que foi um ato isolado usando um estereótipo de um adolescente que costuma invadir redes do seu computador para fazer vandalismo virtual, até a narrativa de ter sido um ex-membro da Operação que teria "traído" foi ventilado na internet, segundo ele para tentar tirar o foco das investigações.
Para Moro, a ação é uma clara tentativa de frear os desdobramentos da Lava-Jato ou até mesmo de tentar anular condenações de presos pela Operação.
Durante a entrevista, o Ministro ainda relevou que no início da Operação sofreu muita pressão e ameaças e  chegou a se questionar se um dia conseguiria fazer valer a Justiça enfrentando nomes tão poderosos.

A entrevista na íntegra você pode assistir no canal oficial do Programa do Ratinho no Youtube :
https://www.youtube.com/watch?v=d_fiEqK8WL8


Enviar um comentário

0 Comentários