Pagamento de benefícios a idosos e pessoas com deficiência está ameaçado nos próximos meses, caso projeto não seja aprovado no Senado


Mais uma vez, o Presidente Jair Bolsonaro usou sua conta no twitter para alertar sobre o perigo de faltar recursos para o pagamento de benefícios e programas do Governo, caso o projeto que libera crédito extra não seja aprovado na votação que foi adiada para dia esta Terça-Feira (11) no Senado.

Programas como o Bolsa Família, Pronaf, Plano Safra e benefícios para pessoas idosas e com deficiências correm o risco de serem suspendidos nos próximos meses, devido à falta de dinheiro.

O PLN 4 que solicita ao Congresso a liberação de um crédito extra de R$248,9 milhões, deveria ter sido votado na semana passada na CMO, mas foi adiada à pedidos de parlamentares da oposição ao Governo e esta Terça será definitivo para manter o pagamento de programas e benefícios.

Com o déficit previdenciário crescente e uma dívida astronômica vinda de outros mandatos, a prioridade do Governo atual é aprovar uma nova reforma da previdência, para estancar o sangramento dos cofres públicos e aliviar economia nacional.
Somado a isso, o Governo aposta em uma abertura de mercado e desestatização de suas instituições visando investimento da iniciativa privada para reverter o processo e estimular o crescimento econômico.

A hashtag #CongressoAprovePLN4 está nos trending topics afim de pressionar o Congresso aprovarem o projeto.

Também pelo Twitter, o Presidente atribuiu à oposição a culpa pela dificuldade na provação da da medida. 



Enviar um comentário

0 Comentários