Coca-Cola e Pepsi abandonam o "Lobby dos Plásticos"

A Coca-Cola e Pepsi estão explorando alternativas para plásticos, como o alumínio, que são mais fáceis de reciclar.

Coca-Cola e a PepsiCo, duas grandes vendedoras de garrafas plásticas, assumiram compromissos abrangentes de sustentabilidade. Agora eles estão se afastando de um grupo de pressão pela produção de plásticos.

Ambas as empresas de refrigerantes estão tentando aumentar a quantidade de plástico reciclado que usam em garrafas. Eles querem melhorar a infraestrutura de reciclagem e garantir que seus pacotes sejam recicláveis, mas a Associação da Indústria de Plásticos encorajou os estados a proibirem o uso do material. A participação no grupo pode manchar as imagens da Coca-Cola e da Pepsi como empresas que trabalham para encontrar soluções para a poluição por plásticos.

"A associação tomou posições que não eram totalmente consistentes com nossos compromissos e metas", disse a Coca-Cola em um comunicado na semana passada, observando que se retirou do grupo no início deste ano.

A Pepsi disse que se juntou à associação para aprender sobre inovação, uma vez que trabalha para alcançar uma economia circular para os plásticos.


"Não participamos do trabalho de defesa de políticas da associação ou de suas subsidiárias, e nossa participação será concluída no final deste ano", disse a Pepsi.


"Coca-Cola e Pepsi fizeram a escolha errada por fazer parte da organização de lobby", disse Dianna Cohen, CEO da Coalizão de Poluição Plástica sem fins lucrativos.
A ótica da associação - ela acrescentou - é realmente ruim.

Cortar laços com a Plastic Industry Association é um sinal de que "as empresas entendem que não podem dizer publicamente que querem acabar com a poluição do plástico, enquanto apoiam financeiramente uma associação que faz lobby pela nossa contínua dependência de plásticos descartáveis", disse John Hocevar, diretor da Greenpeace USA Oceans Campaign. em um comunicado.

A mudança pode ajudar a tranquilizar alguns clientes. Mas à medida que as pessoas se preocupam com os impactos negativos da poluição do plástico no meio ambiente, bem como na saúde animal e humana, empresas como a Pepsi e a Coca-Cola terão que ir ainda mais longe para encontrar uma solução.

*A Coca-Cola 
produziu 3,3 milhões de toneladas de plástico em 2017, divulgou em relatório recente da fundação Ellen MacArthur . PepsiCo  não divulgou quanto plástico vende.

Fonte : CNN Business


Enviar um comentário

0 Comentários